As primeiras 224 famílias removidas de uma favela de palafitas, no Recife, recebem hoje as chaves das novas moradias, construídas com recursos do Programa de Subsídio à Habitação de Interesse Social (PSH). Ao todo, o governo federal investiu na construção dos apartamentos populares R$ 2,6 milhões. Cada unidade possui 39 metros quadrados, com dois quartos, sala, cozinha e banheiro.

A entrega simbólica das chaves aos moradores será feita pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em uma cerimônia às 8h35 no bairro Cordeiro. Participam do evento o ministro das Cidades, Márcio Fortes, e autoridades pernambucanas. Outras 280 casas estão sendo erguidas no bairro, também com recursos do governo federal, para atender às demais famílias retiradas da favela, localizada na Vila Brasília Teimosa. Enquanto aguarda a conclusão das obras, cada morador vem recebendo mensalmente auxílio de R$ 151,00 para pagamento de aluguel.

Ainda de manhã, o presidente cumpre outros compromissos no Recife. Acompanhado dos ministros da Educação, Fernando Haddad; da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende; do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho; e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, Lula vai conhecer as atividades da quarta edição da Olimpíada do Conhecimento, organizada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

A competição começou na segunda-feira (6), no Centro de Convenções de Pernambuco, e visa a avaliar a capacidade técnica e tecnológica e as habilidades pessoais dos estudantes de educação profissional. Participam das provas 504 alunos do Senai de todo o Brasil. Até a próxima terça-feira (14), último dia do torneio, eles disputam medalhas de ouro, prata e bronze em 48 modalidades diferentes, que vão desde conhecimentos de robótica até aos segredos da panificação.

Durante a permanência no Centro de Convenções, Lula ? que foi aluno do Senai ? participa de assinatura de um termo de cooperação técnica e de um protocolo de intenções que visam à promoção conjunta de ações da educação profissional. Os documentos serão firmados pelo ministro da Educação, Fernando Haddad, e pelo presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Armando Monteiro Neto.

Outro termo de cooperação, que prevê a qualificação profissional de cinco mil trabalhadores pelo Sistema S a partir de abril, também será firmado hoje. A cerimônia, no mesmo local, começa às 10 horas, com a participação de dirigentes do Senai e do ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho.

Após visitar a Olimpíada do Conhecimento e assistir à assinatura dos acordos, o presidente deixa Recife com destino a Brasília. A chegada do avião presidencial está prevista para as 14h40. Da Base Aérea, Lula segue direto para o Palácio do Planalto, onde se reúne com a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff.