No painel sobre entraves ao aumento do comércio internacional de produtos agrícolas brasileiros, realizado nesta terça-feira (21) à tarde, os palestrantes defenderam a redução no preço dos insumos como medida para aumentar a competividade no mercado externo. "O produtor brasileiro paga muito caro pelas substâncias agroquímicas, medicamentos veterinários e vacinas", explicou o presidente da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs), Pedro de Camargo Neto.

Negociação

Para o diplomata Roberto Azevêdo, responsável pela área comercial do Ministério das Relações Exteriores, as negociações comerciais devem ser a primeira instância para a solução dos entraves comerciais. "Quando os problemas não são resolvidos pela negociação, devemos acionar a Organização Mundial de Comércio", complementou.

O debate fez parte do seminário "Desafios à Expansão da Agropecuária Brasileira", encerrado há pouco. A programação será retomada amanhã, a partir das 9 horas, no auditório Nereu Ramos.