O vôo fretado pelo governo dos Estados Unidos, que hoje traria de volta ao Brasil 260 imigrantes ilegais, foi suspenso, tendo em vista a reação do governo brasileiro diante da iniciativa.

O Brasil esclareceu ao govenro norte-americano que entende ser soberano o direito de deportar estrangeiros em situação ilegal em seu território. Ponderou porém, que o fretamento de aronave para deportação conjunta seria expor essas pessoas a um constrangimento adicional que poderia causar indignação na opinião pública brasileira.

O Ministério das Relações Exteriores ponderou também que a comunidade brasileira nos Estados Unidos é trabalhadora e ordeira, e disse que a melhor maneira de continuar a mandar brasileiro de volta continua sendo em vôos comerciais.

O fretamento de uma aeronave com essa finalidade seria o primeiro de uma série, já que atulamente existem nos Estados Unidos cerca de 900 brasileiros com deportação já decretada.