EUA passam em segundos de eliminados a classificados

Hoang Dinh Nam/AFP

A seleção dos Estados Unidos venceu a Argélia por 1 a 0, nesta quarta-feira, a partida da última rodada do Grupo ‘C’, no estádio de Loftus Versfeld, em Pretória, e está nas oitas do Mundial da África do Sul.

O resultado classificou os americanos em preimeiro lugar da chave. A Inglaterra, que venceu a Eslovênia por 1 – 0, garantiu a outra vaga.

As duas equipes esperam a definição do Grupo ‘D’ (Gana, Alemanha, Sérvia e Austrália) para saber os adversários nas oitavas.

A Argélia teve grande chance de marcar logo aos seis minutos do primeirto. Após lançamento na área americana, a zaga falhou e Djebbour acertou a trave.

Aos 20 minutos, os Estados Unidos tiveram um gol anulado. Confusão dentro da área da Argélia, Gomez chutou duas vezes e Dempsey mandou para o gol. O bandeirinha assinalou impedimento.

Este foi o segundo gol anulado da equipe americana na Copa do Mundo da África do Sul.

Aos 12 minutos do segundo tempo, os Estados Unidos perdem um gol feito. Altidore escapou pela esquerda, cruzou e o zagueiro afastou mal. Dempsey dominou e acertou a trave esquerda. A bola voltou e o camisa 8 finalizou para fora.

O gol salvador foi de Donovan aos 46 minutos do segundo tempo. No contra-ataque, Altidore chutou, M’Bolhi rebateu e Donovan, sozinho, fez o gol da classificação dos EUA.

Hoang Dinh Nam/AFP

O jogo seguiu com as duas equipes buscando o gol, mas com os americanos perdendo as melhores oportunidades. Com a vitória da Inglaterra sobre a Eslovênia, o resultado eliminaria os EUA, que ficariam atrás de ingleses e eslovenos. Mas veio o gol salvador, de Donovan, aos 46 minutos do segundo tempo. No contra-ataque, Altidore chutou, o goleiro argelino M’Bolhi rebateu e Donovan, sozinho, fez o gol da classificação dos EUA, para alívio dos americanos e desespero dos eslovenos.

– Copa do Mundo da África do Sul – Grupo C

EUA – Argélia 1-0 (0-0)

Gol:

EUA: Donovan (46)

Estádio: Loftus Versfeld (Pretória)

Campo: bom

Tempo: ensolarado

Espectadores: 35.827

Árbitro: F. De Bleeckere (BEL)

Cartão amarelo:

EUA: Altidore (17 do segundo tempo), Beasley (45 do segundo tempo)

Argélia: Yebda (12), Yahia (31 do segundo tempo), Lacen (38 do segundo tempo)

Expulsão:

Argélia: Yahia (48)

Escalações:

EUA: Tim Howard – Jonathan Bornstein (DaMarcus Beasley, 35), Jay Demerit, Carlos Bocanegra (cap), Steve Cherundolo – Clint Dempsey, Michael Bradley, Maurice Edu (Edson Buddle, 19), Landon Donovan – Herculez Gomez (Benny Feïlhaber, 1 do segundo tempo), Jozy Altidore. Treinador: Bob Bradley.

Argélia: Rais Mbohli – Madjid Bougherra, Rafik Halliche, Anther Yahia (cap) – Foued Kadir, Hassan Yebda, Medhí Lacen, Nadir Belhadj – Karim Matmour (Rafik Saifi, 40), Karim Ziani (Adlène Guédioura, 24) – Rafik Djebbour (Abdelkader Ghezzal, 20). Treinador: Rabah Saadane.

Tensão

Nos últimos minutos de jogo a tensão aumentava, e a agonia, pelo menos para os americanos, só chegou ao fim quando Donovan aproveitou um rebote e mandou no cantinho do gol de MBolhi, para a alegria de Bill Clinton e de outros compatriotas presentes no estádio.

Como nada é tão ruim que não possa piorar, a Argélia teve Anther Yahia expulso aos 48, para fechar de maneira nada memorável a participação da Argélia neste Mundial.

Depois dessa partida histórica, os americanos agora jogam no sábado, já pelas oitavas, em Rustemburgo, às 15h30 de Brasília. A grande vencedora do dia vai enfrentar o segundo do Grupo D, que pode ser Alemanha, Gana, Sérvia ou Austrália.