O presidente da Câmara dos Deputados, Severino CavalcantI (PP-PE), disse hoje que, assim que a pauta for desobstruída, o votação do Estatuto dos Povos Indígenas será colocado em votação. Ele recebeu, nesta tarde, representantes do Fórum de Defesa dos Direitos Indígenas, constituído por entidades indígenas e organizações não-governamentais de todo o país, além de parlamentares.

De acordo com o assessor de comunicação do Fórum, Paulino Montejo, os representantes do movimento querem também que sejam analisados os projetos de lei e emendas constitucionais que, na opinião deles, revertem as conquistas dos povos indígenas. Para isso, pedem que uma comissão especial seja instituída para cuidar do processo e tornar todos esses projetos compatíveis com as propostas presentes no estatuto.

Severino Cavalcanti comprometeu-se a votar a proposta assim que a pauta for desobstruída. "O que é preciso é trabalho e o andamento das coisas. O Estatuto do Índio não pode mais ficar dormindo" disse. Sobre a criação da comissão especial, Severino afirmou que fará o possível para incorporar todos os projetos em apenas um. Segundo ele, o estatuto será o primeiro a ser votado.

O deputado Eduardo Valverde (PT-RO), que preside o fórum, disse que ter o apoio da Câmara é um avanço importante para que o projeto do estatuto, pronto há 10 anos, seja votado. "Aprovando o estatuto e, posteriormente, discutindo os diversos projetos, podemos tornar afastar os termos incompatíveis com o estatuto", afirmou Valverde.