O zagueiro italiano Fabio Cannavaro obteve sua segunda vitória consecutiva em dois dias: depois de ser eleito o melhor jogador do mundo em 2006 na eleição realizada pela Fifa, o Comitê de Competições da Federação Espanhola de Futebol (RFEF) decidiu cancelar sua expulsão na partida do último domingo, contra o Espanyol, por causa de um toque de mão na bola.

Cannavaro havia recebido o cartão amarelo no início do segundo tempo, por causa de uma falta dura. Aos dez minutos, o árbitro Pérez Lasa o expulsou alegando que ele havia posto a mão na bola que na verdade atingiu seu rosto. O Real Madrid recorreu e conseguiu cancelar o segundo amarelo.

Assim, Cannavaro estará à disposição do técnico Fabio Capello para enfrentar o Recreativo Huelva, em Madri, amanhã, pela 16.ª rodada do Campeonato Espanhol, a última deste ano. Com 32 pontos a equipe pode terminar 2006 na liderança, se vencer, e o Sevilla perder para o La Coruña, também amanhã, e o Barcelona não vencer o Atlético de Madri, na quinta-feira.