Está prevista para o final do próximo mês a conclusão das obras de construção dos acessos à ponte sobre o rio Ivaí, entre Tapira e Santa Mônica, no Noroeste do Estado. Alívio para os motoristas e transportadores que hoje fazem a travessia do rio por balsas, o que aumenta o tempo de trajeto e onera o custo do transporte.

Os serviços englobam a construção dos aterros e a pavimentação dos acessos de 1.700 metros de extensão total, sendo 1.260 metros do lado de Tapira e 440 metros nas proximidades de Santa Mônica. Estão sendo aplicados recursos de R$ 1,5 milhão.

A utilização da ponte, segundo o secretário dos Transportes Waldyr Pugliesi, vai facilitar a ligação entre o extremo Noroeste e a região de Umuarama.

?Deve diminuir o custo do transporte e aumentar o fluxo de usuários utilizando este novo caminho, criando, assim, condições para o maior desenvolvimento de diversos municípios?, prevê o secretário, ao citar Nova Olímpia, Cidade Gaúcha, Cruzeiro do Oeste, Maria Helena, Santa Isabel do Ivaí, além de Tapira e Santa Mônica, como as principais cidades beneficiadas com as obras.

Atualmente, a travessia do Rio Ivaí é feita por balsas ? o que ocorre desde a década de 50. ?A travessia do rio por balsas torna o transporte mais lento e oneroso para os usuários, o que reflete de forma negativa na economia paranaense, acarretando prejuízos para os produtores da região?, explica.

Pugliesi lembra que a estrutura da ponte está pronta desde 2002, porém, a construção dos acessos não estava prevista no edital da licitação feito pelo governo anterior. ? A ponte servirá como ligação entre o extremo Noroeste e a região Oeste, estamos criando mais um vetor de desenvolvimento e escoamento da produção da região?, destaca.