Instituições governamentais e não governamentais vão discutir, nesta terça-feira (10), propostas e ações para estimular a utilização das sementes crioulas no Paraná. O encontro, no Centro Paranaense de Referência em Agroecologia (CPRA), será aberto às 9h pelo secretário da Agricultura, Newton Pohl Ribas. ?A Secretaria da Agricultura já tem um programa de distribuição de sementes voltado para pequenos agricultores, e a nossa proposta é incluir a semente crioula neste projeto, valorizando ainda mais a agricultura familiar?, explicou Eduardo Guidi, diretor técnico da Claspar ? Empresa Paranaense de Classificação de Produtos ?, que coordena o evento.

As sementes crioulas são derivadas dos cultivos tradicionais, e plantadas geralmente por pequenos agricultores. Também conhecidas como sementes domesticadas ou caseiras, as variedades de sementes crioulas sobrevivem há várias gerações, principalmente na base da troca, e ainda são usadas no sistema tradicional de agricultura.

Os participantes vão discutir o papel do Estado quanto ao reconhecimento das sementes crioulas e o apoio na sua utilização, inclusive por meio de linhas de créditos. Também estão incluídas na pauta o apoio do CPRA em programa dessa natureza e a opinião dos participantes quanto à utilização das sementes crioulas. Participam do encontro técnicos e representantes da Secretaria da Agricultura, da Emater, da Claspar, Codapar, CPRA, Fetaep, Fetraf-Sul, Rede Ecovida, Aopa, Cooperativa Central de Reforma Agrária, entre outras entidades.