Vincenzo Pinto/AFP

Uma empresa on line lançou uma campanha para a venda no mercado do “Filtro Anti-Vuvuzelas”, destinado a eliminar o som das cornetas ensurdecedoras nas transmissões de televisão das partidas da Copa do Mundo.

O site da empresa, antivuvuzelafilter.com, vende um áudio em formato MP3 pelo valor de 2,95 euros (3,60 dólares) que, segundo seu anúncio, corta o barulho das vuvuzelas das transmissões de televisão das partidas do Mundial.

“Baixe nosso filtro especialmente projetado para eliminar o barulho das vuvuzelas” em seu “equipamento de música, computador, iPod, iPhone etc…”, indica a página da internet. “Dependendo das circunstâncias, o resultado da onda de sons pode ser reduzido a níveis inaudíveis para o ouvido humano”, acrescenta a empresa na mensagem.

Mas Anthony Sullivan, um físico da Universidade de Rhodes, na África do Sul, classificou a ideia de um “golpe publicitário”. “Não se pode cortar o som”, destacou antes de dar seu conselho para calar as vuvuzelas. “Tire o som da televisão”, disse.