Brasília – A Embratel considerou importante a decisão da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) de ter fixado preços máximos que as operadoras de telefonia local Brasil Telecom, Telemar e Telefônica poderão cobrar das empresas interessadas em utilizar sua rede para prestar serviços de banda larga, ou seja, Internet em alta velocidade.

Para a vice-presidente de Marketing e Assuntos Externos da Embratel, Purificación Carpinteyro, a medida vai possibilitar ?a competição nos serviços de telefonia local e de acesso à internet em banda larga residencial e de pequenas e médias empresas?.

A Anatel tomou a decisão depois de denúncias apresentadas pelas empresas Intelig e Embratel contra as três operadoras de telefonia fixa. As empresas apontam que a Brasil Telecom, Telemar e Telefônica não oferecem ?condições viáveis? para o uso de suas redes para a oferta de serviços de banda larga conforme prevê a Lei Geral de Telecomunicações (LGT).