O programa Universidade para Todos (ProUni) registrou até o meio-dia de hoje 39 mil inscrições, desde a última segunda-feira, quando foram abertas as candidaturas de estudantes. O número de vagas já oferecidas por instituições de ensino superior também cresceu, alcançando 117 mil. Hoje, o Ministério da Educação publicou uma portaria reabrindo até amanhã as inscrições das instituições para o programa. De acordo com o MEC, houve um problema no sistema e a adesão de algumas instituições não teria sido confirmada, daí a necessidade de reabrir o processo. Até agora, mais de 1,1 mil das 1,6 mil instituições privadas de ensino superior já aderiram ao programa.

As inscrições dos alunos no ProUni estão abertas até o dia 17 deste mês e devem ser feitas pela internet, na página do MEC. Ali os estudantes vão encontrar um roteiro de como preencher a ficha, a relação dos documentos necessários, as instituições e cursos que estão disponíveis, além de informações que devem fornecer sobre a renda familiar.

O ProUni é direcionado a estudantes de escolas públicas com renda familiar per capita até um salário mínimo e meio, no caso de bolsas integrais, e três salários mínimos para bolsas de 50%. Os candidatos também precisam ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano, já que o MEC vai usar o exame para selecionar os candidatos mais bem classificados e encaminhá-los para as instituições de ensino.

O ProUni ainda está em andamento, mas o MEC enfrenta uma batalha no Senado para reverter modificações feitas na MP que criou o programa pela Câmara dos Deputados. As mudanças podem reduzir em 30 mil o número de vagas oferecidas.