O Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) preparou uma extensa vitrine de inovações para mostrar na 5a edição do Agroshow do Sudoeste do Paraná com tecnologias apropriadas às condições de clima e solo e à agricultura familiar, predominante na região. O evento será realizado em Pato Branco a partir desta terça-feira (21) e vai até sexta-feira (24), no Km 5 da PR 469 (o local é próximo à Casa Familiar Rural).

Lavouras

Sobressai-se a variedade de milho IPR 114, com alto potencial produtivo e boa tolerância ao acamamento. De acordo com o pesquisador Alceu Luis Asmann, da estação experimental de Pato Branco e coordenador da participação do Iapar no Agroshow, ?todos os produtores que plantaram a variedade este ano tiveram sucesso; é um material rústico, que se comportou bem na seca?.

Por ser do tipo variedade, tem como vantagem adicional sementes de custo mais baixo, já que podem ser reutilizadas nas safras seguintes (os pesquisadores alertam que neste caso o produtor sempre deve procurar orientação técnica).

Outro destaque é o milho branco IPR 119, um híbrido duplo que Iapar e Emater-PR desenvolveram em parceria, num projeto que envolveu produtores e indústrias farinheiras do Centro-Sul do Paraná. É um material com boa tolerância ao acamamento e ao quebramento, bom empalhamento, potencial produtivo superior a 10.000 kg/ha e bom rendimento na indústria, produzindo fubá e canjica de alta qualidade, segundo os pesquisadores do Programa Milho do Iapar.

No espaço dedicado ao feijão, será possível conhecer variedades ? do tipo carioca e de grãos pretos ? que conquistaram a preferência dos produtores em função da produtividade e resistência às principais doenças da cultura. Os grãos desses materiais também se sobressaem pelo cozimento rápido e excelente teor de proteínas. IPR Colibri, IPR Uirapuru, IPR Chopim e IPR Graúna são alguns dos materiais em exposição.

A distribuição de ramas de batata-doce, cultura tradicional na propriedade familiar, não poderia faltar no Agroshow. A variedade Iapar 69 é rústica, muito produtiva e ideal para o consumo de mesa, pois é rica em caroteno, substância que o organismo transforma em vitamina A.