Será escolhido na tarde de hoje (1°) o deputado que vai presidir a Câmara dos Deputados nos próximos dois anos.

Quem for escolhido ocupará o segundo lugar na escala sucessória da Presidência da República, de acordo com a Constituição Federal. Fica atrás apenas do vice-presidente José Alencar.

O cargo também dá direito de escolher que matérias serão votadas na Casa. Na prática, isso pode ajudar ou atrapalhar os interesses do governo e da oposição.

São três os candidatos à Presidência: Aldo Rebelo (PCdoB-SP), Arlindo Chinaglia (PT-SP) e Gustavo Fruet (PSDB-PR). Para vencer no primeiro turno, o candidato precisa obter, no mínimo, 257 votos dos 513 deputados. Se isso não ocorrer, o segundo turno será realizado ainda hoje.

Além do presidente da Câmara, serão escolhidos os dez parlamentares que vão compor a Mesa Diretora. A atual eleição é a primeira da nova legislatura, legitimada pelas eleições gerais do ano passado.