O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da zona do euro subiu 2,8% em abril, na comparação com o mesmo mês do ano passado, informou hoje a agência de estatísticas da União Europeia, a Eurostat. O resultado indica uma aceleração da inflação ante a taxa anual registrada em março deste ano, que havia sido de 2,7%. A zona do euro reúne os países que utilizam o euro como moeda.

De março para abril de 2011, o CPI registrou alta de preços de 0,6%. O núcleo do CPI – que exclui itens voláteis como energia, alimentos e tabaco – aumentou 1,6% em abril ante o mesmo mês do ano passado.

Em toda a União Europeia, a inflação anual cresceu 3,2% em abril, depois de subir 3,1% em março. Segundo a Eurostat, as menores taxas de inflação foram registradas na Irlanda, na República Checa e na Suécia. A Romênia teve a taxa mais alta, de 8,4%.

Os números da Eurostat reforçam a pressão para que o Banco Central Europeu (BCE) aperte sua política monetária, apesar da fraqueza de alguns países altamente endividados da periferia da zona do euro – como Grécia, Irlanda e Portugal. As informações são da Dow Jones.