Numa surpreendente decisão anunciada nesta segunda-feira, a norte-americana Terra Industries anunciou que concordou em ser comprada pela fabricante de fertilizantes norueguesa Yara Internacional por US$ 41,10 por ação em dinheiro. O preço total da transação é de US$ 4,1 bilhões. O anúncio vem um mês após a CF Industries retirar sua oferta em dinheiro e ações à Terra, que valia US$ 46,39 por ação logo antes de a proposta ser retirada. A própria CF, interessada na Terra desde o início de 2009, era alvo de uma oferta feita pela Agrium e que era repetidamente recusada.

Hoje, o chairman da Terra, Henry Slack, disse que o conselho de sua empresa “está unânime em sua crença firme de que essa transação é interessante para nossos acionistas, clientes e empregados”. Após o fechamento da compra, a Terra vai se tornar uma subsidiária da Yara e será chamada de Yara North America.

“A Yara e a Terra combinam-se perfeitamente, e a união vai elevar a Yara para uma posição de real liderança no setor”, disse o presidente e executivo-chefe da Yara, Jorgen Ole Haslestad. A companhia norueguesa planeja financiar parte da aquisição por meio de uma oferta de ações de US$ 2 bilhões a US$ 2,5 bilhões, que requer aprovação dos acionistas do grupo.

A compra da Terra também precisa do aval de seus acionistas e de autoridades reguladoras. As informações são da Dow Jones.