O ministro de Finanças da Venezuela, Ali Rodriguez, afirmou que os quatro bancos que sofreram intervenção do governo no dia 20 fecharão as portas e dois deles serão liquidados.

O governo vai liquidar o Banco Canárias de Venezuela e o Banco Provivienda. A intervenção revelou que as duas instituições eram insolventes e tinham sido “severamente comprometidas”, disse Rodriguez.

O Banco Confederado e o Bolivar Banco, os outros dois bancos que passaram a ser operados pelo governo venezuelano na semana passada, ficarão com as portas fechadas durante a intervenção. Quando ordenou a intervenção, o governo afirmou que os quatro bancos continuariam operando normalmente. As informações são da Dow Jones.