As vendas no varejo nos Estados Unidos subiram 2,7% em agosto em comparação com julho, de acordo com dados do Departamento do Comércio, e superaram as expectativas dos analistas, que eram de alta de 2,0%. Excluindo automóveis, as vendas no varejo cresceram 1,1%, acima das estimativas de aumento 0,4%.

As vendas no varejo dos EUA aumentaram com a ajuda do programa de incentivo do governo à troca de automóveis “Dinheiro por Sucata”. O relatório mostrou que as vendas de automóveis e autopeças cresceram 10,6% em agosto, o maior avanço desde os 25,6% de outubro de 2001. Mas os dados também mostraram que as vendas de vestuário subiram 2,4% em agosto, o maior ganho desde fevereiro deste ano.

As vendas de postos de combustível aumentaram 5,1%, refletindo parcialmente o aumento dos preços da gasolina. No segmento de móveis, as vendas caíram 1,6% e as de materiais para construção e produtos de jardinagem recuaram 1,2% em agosto em relação a julho. As vendas de alimentos e bebidas aumentaram 0,5%. As informações são da Dow Jones.