As vendas no varejo da zona do euro subiram 1,2% em agosto ante julho, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pela Eurostat, a agência de estatísticas da União Europeia. O resultado, que superou fortemente as previsões dos analistas consultados pela Dow Jones Newswires, de alta de 0,1%, foi o mais forte crescimento desde dezembro de 2009.

Na comparação anual, as vendas no varejo do bloco cresceram 1,9% em agosto.

Após os dados de julho, que haviam indicado a primeira contração deste ano, o bom resultado de agosto indica que a demanda doméstica pode dar suporte, mesmo que modesto, ao crescimento do terceiro trimestre.