Embora tenham registrado melhora na comparação com o mês anterior, as vendas de veículos permanecem em patamar inferior ao do ano passado, segundo a Pesquisa Mensal de Comércio divulgada na manhã desta sexta-feira, 12, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Houve queda de 11,2% no volume vendido em outubro ante outubro de 2013, a oitava taxa negativa consecutiva.

O resultado puxou o recuo de 2,6% nas vendas do varejo ampliado no período. O segmento de material de construção também teve queda, -0,2%.

“O ano de 2014 não está sendo favorável para o setor de veículos, porque o governo já vem há anos com incentivos, a conjuntura econômica está menos favorável em 2014, as famílias estão com a renda mais comprometida e o crédito está crescendo menos que no ano anterior”, justificou Juliana Vasconcellos, gerente da Coordenação de Serviços e Comércio do IBGE.

Já a recuperação de 4,3% no volume vendido em outubro ante setembro foi motivada pela liquidação de estoques de modelos antigos.

“Houve promoções nas concessionárias, que estão querendo acabar com estoques antigos para começar as vendas os modelos novos do próximo ano”, explicou Juliana.

O aumento nas vendas de automóveis, junto com uma alta de 1,4% no setor de material de construção, ajudou a explicar a alta de 1,7% no varejo ampliado no mês.