Quem quer presentear o namorado ou a namorada neste Dia dos Namorados deve preparar o bolso. É o que revela a pesquisa divulgada nesta segunda-feira (11) pela VerbaNet Legislação Empresarial Informatizada, empresa que atua na área legal e empresarial. A pesquisa mostra que a carga tributária incidente nos produtos adquiridos pode ultrapassar a casa dos 50%, como no caso de um perfume importado, que chega a 52,40%.

Segundo o levantamento, o Dia dos Namorados não se diferencia de outras datas comemorativas quando o tema é a tributação incidente nos presentes, que leva aos cofres públicos uma parcela significativa do valor pago.

O levantamento avaliou a carga tributária incidente em 23 itens, dentre os mais procurados pelos namorados, segundo o comércio varejista. As menores tributações foram conferidas em livro e flores in natura, com 13,88% do preço final. De modo geral, segunda a VerbaNet, o Brasil tem hoje carga tributária perto de 40%.

Passar a noite com a namorada num hotel, sem os gastos extras, tem carga tributária por volta dos 27%. Entre os produtos que lideram a lista dos mais vendidos e preferidos está o telefone celular com câmera, tributado em 27,08%. Já o CD e o DVD têm 36 65% de seu valor recolhido aos cofres públicos.

Para o contador e consultor da VerbaNet, Ernesto Dias de Souza, a economia do País sofre com a carga tributária. "O comércio e toda a economia em geral são esmagados pela elevada carga tributária", diz ele, que também coordenou a pesquisa.