A TIM Participações obteve lucro líquido de R$ 34,014 milhões no segundo trimestre deste ano, revertendo prejuízo de R$ 238,641 milhões apurado em igual período de 2006. A receita líquida somou R$ 3,059 bilhões de abril a junho deste ano, com alta de 34,5%. Os custos de operação subiram 31,6% no mesmo intervalo, alcançando R$ 2,315 bilhões.

O lucro antes de despesas financeiras, impostos, depreciação e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) da empresa totalizou R$ 743,711 milhões no segundo trimestre, volume 44,2% maior no comparativo com igual período do ano passado, quando ficou em R$ 515,661 milhões. Na mesma base comparativa, a margem Ebitda avançou de 22,7% para 24,3%. O resultado financeiro líquido mostrou prejuízo de R$ 81,463 milhões, com alta de 15,1%.

A TIM é a vice-líder no mercado brasileiro de telefonia celular, em número de clientes. De acordo com números do balanço de junho da Agência Nacional de Telecomunicações, a participação da TIM passou de 25,72% em maio para 25,78% em junho. A líder é a Vivo, com 28,35% dos 106,6 milhões de clientes em todo o Brasil. A terceira posição está com a Claro (24,61% de participação de mercado).