O Departamento do Tesouro dos EUA anunciou que vai suspender os reinvestimentos do Fundo de Estabilização Cambial, no último dos quatro passos anunciados anteriormente para manter a dívida do país abaixo do limite definido por lei. A dívida do governo dos EUA alcançou o teto de US$ 14,29 trilhões em meados de maio, mas o Tesouro tem aplicado uma série de medidas para estender sua capacidade de honrar suas obrigações, o que deverá se esgotar em 2 de agosto.

Essas medidas incluem a suspensão das emissões de títulos municipais e estaduais e do Fundo de Aposentadoria do Serviço Civil e a suspensão do reinvestimento dos títulos do Tesouro mantidos como investimento pelo Fundo de Títulos do Governo para os planos de poupança do funcionalismo público.

Os reinvestimentos diários do Fundo de Estabilização Cambial já haviam sido suspensos temporariamente em outras situações de impasse político em torno do limite da dívida dos EUA em 1996, em2003, em 2004 e em 2006.

Ao anunciar a suspensão. O subsecretário do Tesouro para Finanças Domésticas, Jeffrey Goldstein, disse que “de modo a evitar um default sobre as obrigações do país, o Congresso precisa aprovar no prazo oportuno a elevação do teto da dívida”. As informações são da Dow Jones.