A taxa de desemprego apurada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nas seis principais regiões metropolitanas do País ficou em 6,0% em abril, ante 6,2% em março, informou nesta quinta-feira o instituto.

O resultado veio dentro das expectativas dos analistas ouvidos pelo AE Projeções, de 5,90% a 6,40%, e abaixo da mediana encontrada a partir do intervalo estimado, de 6,20%. O rendimento médio real dos trabalhadores caiu 1,2% em abril ante março e aumentou 6,2% na comparação com abril de 2011. O gerente da Pesquisa Mensal de Emprego,