A taxa de desemprego da Austrália subiu de 5,9% em maio (dado revisado) para 6,0% em junho, segundo números oficiais. Economistas haviam esperado que ela ficasse em 6,1%.

O número de pessoas empregadas subiu em 7.300, ante a expectativa de que ele ficasse estável, segundo o Escritório de Estatísticas da Austrália. O número de pessoas com emprego em tempo integral avançou em 24.500 em junho, enquanto o daquelas com meio período caiu em 17.200.

A taxa de participação ajustada na força de trabalho – a proporção das pessoas que efetivamente buscam trabalho, entre aquelas em idade de trabalhar – subiu para 64,8% em junho, de 64,7% em maio, ante expectativa de manutenção dos 64,7%.

A economia australiana sofre com o crescimento fraco, diante de uma moeda ainda valorizada, da queda nos preços das commodities e do fim de um boom de uma década em investimentos em mineração. O Banco Central da Austrália reduziu a taxa de juros duas vezes neste ano para tentar impulsionar o crescimento, para o recorde de baixa de 2%. Fonte: Dow Jones Newswires.