A taxa de desemprego avançou em apenas uma das cinco capitais onde está sendo realizada a Pesquisa de Emprego e Desemprego, calculada pela Fundação Seade e pelo Dieese (PED), na passagem de outubro para novembro. Em relação a ao mesmo mês do ano passado, contudo, a taxa aumentou em todas as cinco cidades.

De outubro para novembro deste ano, a taxa de desemprego aumentou apenas no Recife, ao passar de 12,1% para 12,4%. Em todas as outras quatro cidades, a taxa recuou no período. Em Fortaleza, ela caiu de 7,8% para 7,6%; em Porto Alegre, de 6,5% para 6,3%; em Salvador, de 17,3% para 17% e, em São Paulo, de 10,1% para 9,8%.

Em relação a novembro de 2013, a taxa de desemprego subiu em todas as cinco capitais. Na capital cearense, ela aumentou de 7% para 7,6%; enquanto em Porto Alegre, ela passou de 6,2% para 6,3% e, no Recife, de 12,3% para 12,4%. Na capital baiana, por sua vez, a taxa passou de 16,9% para 17%, enquanto, em São Paulo, ela avançou de 9,4% para 9,8% no período.

A pesquisa divulgou ainda que a taxa de desemprego no Distrito Federal em novembro foi de 12,2%, mas não há base de comparação anterior. Isso porque, assim como ainda acontece em Belo Horizonte, houve problemas na licitação para contratar a empresa para fazer a pesquisa de campo. O Dieese informou, contudo, que as pendências já foram resolvidas e que a pesquisa na capital mineira deve ser retomada em 2015.