O superávit da balança comercial brasileira ultrapassou US$ 20 bilhões com o resultado acumulado até a segunda semana de agosto. Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, na semana passada a balança teve um saldo positivo de US$ 782 milhões, o que elevou o superávit neste ano para US$ 20,248 bilhões. Isso representa um crescimento de 55,5% em relação ao mesmo período do ano passado, quando o superávit era de cerca de US$ 13 bilhões.

O superávit da segunda semana de agosto é resultado da diferença entre exportações de US$ 2,006 bilhões e importações de US$ 1,224 bilhão.

No acumulado do ano, as exportações tiveram um crescimento de 39% em relação a 2003 e somam US$ 56,410 bilhões. As importações alcançaram US$ 36,162 bilhões até o dia 15 de agosto, um acréscimo de 31,2% no mesmo tipo de comparação.

Na semana passada, o ministro do Desenvolvimento, Luiz Fernando Furlan, disse que a meta de exportações em 2004 foi revista de US$ 88 bilhões para US$ 90 bilhões. No ano passado, o número foi recorde histórico, de US$ 73 bilhões.

Em relação ao superávit da balança, o governo aumentou a meta de US$ 28 bilhões para US$ 30 bilhões, acima dos US$ 24,8 bilhões registrados em 2003, que também foram recorde.

No mês de agosto, a balança acumula superávit de US$ 1,719 bilhão, resultado de exportações de US$ 4,112 bilhões e importações de US$ 2,393 bilhões.