A balança comercial brasileira acumula no mês de maio, até o dia 16, um superávit de US$ 1,176 bilhão. Esse saldo é resultado de exportações de US$ 3,394 bilhões menos importações de US$ 2,218 bilhões ocorridas no período. Na segunda semana do mês (10 a 16), a balança comercial registrou um superávit de US$ 642 milhões, com exportações de US$ 1,820 bilhão e importações de US$ 1,178 bilhão.

Na comparação com maio de 2003, a média diária exportada no mês, que atingiu US$ 339,4 milhões, está 11,9% superior. A média diária das importações, que no mês está em US$ 221,8 milhões, é 20,9% superior à registrada em maio de 2003.

Com o resultado acumulado em maio, no ano, a balança comercial está com um superávit de US$ 9,302 bilhões. No mesmo período do ano passado, o saldo da balança era de US$ 5,993 bilhões.

As exportações somam no ano, até a segunda semana de maio, US$ 29,432 bilhões, um crescimento de 31,05% em relação ao volume exportado no mesmo período do ano passado (US$ 22,457 bilhões). As importações totalizam US$ 20,130 bilhões, um aumento de 22,26% em relação aos US$ 16,464 bilhões importados no mesmo período de 2003.

A expectativa dos economistas e consultores do mercado financeiro é de que a balança comercial feche o ano com um saldo positivo de US$ 25,30 bilhões.