A agência de classificação de risco Standard & Poor’s revisou de estável para negativa a perspectiva dos ratings de 30 empresas brasileiras. As notas de crédito foram reafirmadas. A decisão veio após a S&P ter alterado ontem a perspectiva do rating BBB- do Brasil, também de estável para negativa. Entre as empresas que tiveram a perspectiva rebaixada estão AmBev, Braskem, Cesp, Eletrobras, Votorantim, Ultrapar, Samarco e Net.

Segue abaixo a lista completa das empresas que tiveram a perspectiva alterada para negativa:

— AmBev – Companhia de Bebidas das Américas (AmBev);

— Atlantia Bertin Concessões S.A. (AB Concessões) e suas subsidiárias, Rodovia das Colinas S.A. e Triângulo do Sol Auto-Estradas S.A.;

— Arteris S.A. e sua subsidiária, Autopista Planalto Sul S/A.;

— Braskem S.A.;

— CCR S.A. e suas subsidiárias, Autoban – Concessionária do Sistema Anhanguera Bandeirantes S.A., Concessionária da Rodovia Presidente Dutra S.A., e Rodonorte Concessionária de Rodovias Integradas S.A.;

— CESP-Companhia Energética de São Paulo;

— Companhia de Gás de São Paulo – Comgás;

— Companhia Energética do Ceará – Coelce;

— Duke Energy International Geração Paranapanema S.A. (Duke);

— Ecorodovias Concessões e Serviços S.A. e Concessionária Ecovias dos Imigrantes S.A.;

— Elektro Eletricidade e Serviços S.A. (Elektro);

— Eletrobras-Centrais Elétricas Brasileiras S.A.;

— Globo Comunicação e Participações S.A. (Globo);

— Itaipu Binacional;

— Multiplan Empreendimentos Imobiliários S.A. (Multiplan);

— Net Serviços de Comunicação S.A. (Net);

— Samarco Mineração S.A.;

— Tractebel Energia S.A.;

— Transmissora Aliança de Energia Elétrica S.A. (TAESA);

— Ultrapar Participações S.A. (Ultrapar); e

— Votorantim Participações S.A. e suas subsidiárias, Votorantim Industrial S.A. e Votorantim Cimentos S.A.

Abaixo segue a lista das empresas que tiveram mantidas as notas de crédito e a perspectiva, em estável:

— Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A.;

— BRF S.A.;

— Embraer S.A.;

— Fibria Celulose S.A.; and

— Raízen

Abaixo seguem as empresas que tiveram mantidas as notas de crédito e a perspectiva, em negativa:

— Natura Cosméticos S.A.; e

— Vale S.A. e sua subsidiária, Vale Canadá Ltd.

Abaixo segue a lista das empresas que não foram afetadas pela ação envolvendo o rating do Brasil:

— Klabin S.A.;

— Neoenergia S.A.;

— Odebrecht Engenharia e Construção S.A.; and

— Petróleo Brasileiro S.A. – Petrobras.