O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), confirmou hoje que participará do jantar, neste domingo, no Palácio da Alvorada, a convite do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para discutir as regras do pré-sal com os colegas do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), e do Espírito Santo, Paulo Hartung (PSB), governadores de três Estados produtores do pré-sal. Apesar de aceitar este convite, Serra disse não saber se ficará na capital federal para a cerimônia de lançamento do marco regulatório do pré-sal, na segunda-feira. “Não sei ainda, tenho agenda em São Paulo”, desconversou.

Questionado sobre a possibilidade de o governo federal enviar ao Congresso um projeto de lei só para tratar da questão da cobrança e do rateio dos royalties do pré-sal, Serra não quis opinar, dizendo desconhecer o projeto. “Vou ouvir, não conheço a proposta federal”. O governador foi hoje para a Praia Grande, litoral sul paulista, para inaugurar um ambulatório médico de especialidades (AME). O complexo vai começar a funcionar com 24 especialidades médicas e 17 tipos de exame.