Pesquisa da Serasa Experian divulgada nesta quarta-feira mostra que 49% dos empresários do varejo estimam um aumento no faturamento com o próximo Dia dos Namorados, proporção menor do que a registrada às vésperas do dia 12 de junho de 2011, quando 57% do varejo se mostrava mais otimista. A expectativa ficou abaixo também da registrada para Dia das Mães deste ano, quando 56% dos varejistas apostavam em alta das vendas. No Dia dos Namorados de 2009, ano afetado fortemente pela crise financeira internacional, o porcentual de otimistas com a data chegou a 30%.

Segundo a Serasa Experian, 36% dos varejistas avaliam que seu faturamento repetirá o de 2011 no Dia dos Namorados deste ano, enquanto 15% preveem queda. As estimativas apontam que o tíquete médio deve ficar em R$ 128, com 22% dos consumidores estimando um gasto de até R$ 50 com presentes; 40% pensam em gastar de R$ 51 a R$ 100; 26%, de R$ 101 a 200; 8%, de R$ R$ 201 a R$ 300; 3%, de R$ 301 a R$ 500; e 1%, mais de R$ 500.

Boa parte dos consumidores deve procurar roupas, sapatos e acessórios (27%), celulares e smartphones (20%) e perfumaria e cosméticos (20%). “Este Dia dos Namorados acontece no ambiente de juros mais baixos, o que alavanca a compra de produtos de maior valor agregado”, diz a Serasa Experian, em nota.