O Indicador de Demanda das Empresas por Crédito, divulgado nesta terça-feira, 19, pela Serasa Experian, avançou 5% no mês de outubro na comparação com setembro. Em relação a outubro do ano passado, o aumento da procura das empresas por crédito foi de 14,2%. Por outro lado, no acumulado do ano (janeiro a outubro), a demanda empresarial ficou 1,4% abaixo da registrada no mesmo intervalo de 2012.

Segundo os economistas da Serasa Experian, “o aumento da demanda por capital de giro nesta época do ano, visando a produção e a composição de estoques para fazer frente às vendas de final de ano, impulsionaram a busca por crédito por parte das empresas em outubro”, afirmaram, em nota.

De acordo com o indicador, o aumento da busca pelo crédito foi disseminado por todos os portes empresariais. O destaque foi o segmento de micro e pequenas empresas, cuja expansão em outubro foi de 5,3%. Nas médias empresas busca por crédito subiu 1,3%, porcentual próximo à alta de 1,2% registrada pelas grandes empresas, sempre considerando o mês de setembro como referência.

Setores

Ao olhar as empresas por setor de atuação, o crescimento da demanda é maior nas empresas de serviços, com aumento de 6,5% no período. “As empresas industriais exibiram avanço de 5,1%, e, por fim, as empresas comerciais expandiram sua busca por crédito em 3,6% durante o mês de outubro”, diz a Serasa.

A expansão dessa demanda por recursos financeiros também foi verificada em todas as regiões brasileiras, mostra o levantamento. O maior aumento foi no Sudeste, com alta de 6,1%, seguido da expansão de 5,3% nas empresas do Centro-Oeste. No Nordeste e no Norte o crescimento foi de 4,3% e 4,0%, respectivamente. Por fim, a alta da procura empresarial por crédito foi de 3,1% na região Sul.