A quantidade de empregos gerados com carteira assinada no País em agosto chegou a 133.329 vagas, uma alta de 0,46% sobre o estoque registrado em julho, de 28.887.077 empregos, segundo informou o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, durante a divulgação dos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Com isso, o estoque em agosto atingiu 29.020.406 empregos. Em julho de 2007, foram criadas 126.992 vagas com carteira assinada, uma alta de 0,44% sobre o estoque de junho (28.760.085). O resultado de agosto é o terceiro maior da série histórica do Caged.

Nos oito primeiros meses deste ano, a criação de empregos alcançou 1.355.824 vagas, uma alta de 4,90% sobre o estoque verificado no mesmo intervalo de 2006. O resultado é o segundo melhor da história do Caged, somente superado pelo desempenho registrado em igual período em 2004, quando a criação de empregos formais atingiu 1.377.440. De janeiro a agosto de 2007, a quantidade de empregos gerados já supera em mais de 100.000 vagas o total de vagas criadas em todo o ano de 2006 (1.228.686) e é 12,3% superior às 1.207.270 novas vagas geradas entre janeiro e agosto do ano passado. Nos últimos 12 meses, foram criados 1.377.440 vagas, uma alta de 4,98% sobre o estoque dos 12 meses anteriores até julho.