O ministro de Finanças da Alemanha, Wolfgang Schäuble, negou que o governo alemão esteja estudando um plano que permita à Grécia permanecer na zona do euro mesmo que o país entre em moratória, como foi noticiado ontem pelo jornal alemão Die Zeit, informou o site do diário português Jornal de Negócios.

Schäuble reiterou que a Alemanha está disposta a apoiar a Grécia, mas ressaltou que Atenas precisa implementar reformas de maneira a conduzir sua economia para uma trajetória de recuperação e sustentabilidade, de acordo com a publicação portuguesa.