O município de São Paulo registrou deflação de 0,20% em agosto. Trata-se da segunda taxa negativa no ano. A primeira foi em junho, quando os preços também caíram em média 0,20%. Os dados são da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, da USP).

Em julho, o IPC (Índice de Preços ao Consumidor) da Fipe havia apontado inflação de 0,30%, por causa principalmente dos aumentos dos planos de saúde e da alta sazonal nos pacotes de viagens.

No início de agosto, o coordenador da pesquisa da Fipe, Paulo Picchetti, chegou a prever uma inflação de 0,40% para o mês. Na semana passada, porém, com a continuidade da queda em alimentação, ele admitiu que o índice poderia ficar negativo no mês.

Os alimentos caíram, em média, 1,21% em agosto. Os demais grupos que fazem parte da pesquisa da Fipe apresentaram as seguintes variações: Habitação (0,12%); Transportes (0,58%); Despesas Pessoais (-0,96%); Saúde (0,95%); Vestuário (-0,17%); e Educação (0,03%).