O Paraná está colhendo 42% a menos de café na safra 2005/2006. De acordo com o chefe do Setor de Previsão de Safras da Secretaria da Agricultura, Dirlei Manfio, 95% das 86.174 toneladas previstas, já foram colhidos.

O potencial para esta safra, segundo o técnico, era colher 98.647 toneladas do produto, plantados numa área de 107.895 hectares. A redução foi de 12,6%. Os números devem constar do terceiro levantamento da safra de café 2005/2006 que será divulgado hoje, em Brasília, pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

De acordo com os dados adiantados pelo chefe do Setor de Previsão de Safras, o Paraná que foi o quarto produtor do País no ano passado, com uma safra de 148 mil toneladas, perdeu a posição neste ano para Bahia e Rondônia e passou a acupar o sexto lugar na produção nacional.

A perda, segundo explicou Manfio, se deveu a dois fatores, a estiagem que atingiu o Sul nos últimos meses e a própria condição bianual da planta que produz muito em um ano e perde sua capacidade de produção nos dois anos seguintes.