O Banco Central da Rússia anunciou nesta terça-feira, 04, que ampliou a banda de negociação do rublo pela 15ª vez este ano, em meio à forte pressão de venda provocada pela onda recente de turbulência nos mercados emergentes – que levou a moeda russa a recuar a seus menor nível em cinco anos.

Em mensagem divulgada em seu site, o BC russo anunciou que alargou a banda de flutuação em cinco copeques, para o intervalo entre 34,30 rublos e 41,30 rublos ante uma cesta composta pelo dólar e pelo euro, a principal referência cambial do país. A pressão de baixa sobre o rublo cresceu em meio à retirada da política de estímulos do Federal Reserve (Fed) nos EUA. Mais cedo, a moeda era negociada a 41,14 rublos ante a cesta de dólares e euros.

Na sexta-feira, 31, a presidente do BC russo, Elvira Nabiullina, disse que a instituição não planeja interromper suas intervenções no mercado de câmbio. Ela ressaltou, no entanto, que o banco vai manter sua política de reduzir as intervenções e flexibilizar mais a taxa de câmbio a partir de 2015. Fonte: Dow Jones Newswires.