A Rússia está pronta para se juntar a outros países da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) em congelar a produção de petróleo caso o grupo chegue a um acordo, declarou o presidente russo Vladimir Putin. O ministro de Energia da Rússia, Alexander Novak, participará de reunião do grupo em Viena no fim de outubro e espera que o encontro traga mais números sobre o patamar do congelamento.

“Se os países da OPEP conseguirem concordar entre si sobre um congelamento de produção, vamos nos unir a essa decisão”, afirmou Putin durante uma conferência com investidores em Moscou. “Não é segredo que isso está entre o Irã e a Arábia Saudita”, declarou. Ainda assim, Putin disse não ver problemas para que se chegue a um acordo.

A Rússia participou de reunião hoje em Istambul. Segundo Novak, os países participantes não discutiram ainda números específicos para a paralisação na produção e provavelmente não terão mais detalhes até a reunião do dia 29 deste mês. Para o ministro do Petróleo da Argélia, Nourredine Bouterfa, a próxima reunião “terá resultados mais positivos”.

O ministro do Petróleo do Catar afirmou ainda que a lista dos países que não são membros da Opep e que devem participar do encontro deste mês ainda está sendo determinada. Fonte: Dow Jones Newswires.