A Rússia concedeu mais uma semana para a Ucrânia antes de começar a demandar o pré-pagamento por gás, sem o qual os russos ameaçaram cortar o fornecimento de gás.

O executivo-chefe da Gazprom, Alexei Miller, disse a agências de notícias russas que, após negociações com a Ucrânia em Bruxelas na madrugada desta quarta-feira, o prazo será estendido até segunda-feira.

Desde o início da semana, o governo de Kiev está negociando com os russos um novo acordo sobre o preço do gás antes de liquidar as dívidas que possui com a Gazprom.

O último prazo havia vencido na madrugada de ontem. Se a Ucrânia não pagar as dívidas, a Rússia ameaça exigir um pré-pagamento para a entrega do gás. A Rússia cancelou os descontos para o gás em meio às tensões no leste ucraniano. Fonte: Associated Press.