O governo do Estado do Rio de Janeiro deve concluir a licitação de 60 novos trens para a região metropolitana até outubro. A informação foi divulgada hoje pelo presidente da SuperVia, Carlos José Cunha, e pelo secretário de Transportes do Estado, Júlio Bueno, em entrevista à imprensa para anunciar investimentos de R$ 2,4 bilhões até 2020 no sistema ferroviário da rede metropolitana. O governo e a Supervia serão responsáveis, cada um, com 50% dos investimentos.

O aporte do governo será usado para a compra de 94 novos trens, todos com ar-condicionado. Destes, 34 já foram adquiridos na China e começam a operar até o ano que vem. O restante, ainda a ser licitado, deve começar a ser recebido no final de 2012 ou início de 2013. O investimento da Supervia será usado para a compra de 30 novos trens climatizados, reforma e instalação de refrigeração em 73 trens, implantação de um novo sistema de sinalização entre outras melhorias.

A SuperVia é controlada pela Odebrecht Tranport (60%) e por dois fundos de investimento estrangeiros (40%) que já estavam na concessionária anteriormente.