As novas medidas de auxílio à Grécia que estão sendo discutidas por autoridades do Fundo Monetário Internacional (FMI), da Comissão Europeia e do Banco Central Europeu (BCE) incluem uma proposta para que os credores privados da dívida grega aceitem alongar o prazo de vencimento dos bônus do país, de acordo com o Comissário da União Europeia para a Economia e Assuntos Monetários, Olli Rehn.

Rehn acrescentou que alterações no perfil da dívida da Grécia não podem ser qualificadas como um evento de crédito e afirmou que o país está comprometido em cumprir a reforma fiscal e os planos de privatização. Segundo o comissário, os planos para a Grécia devem ser concluídos antes da reunião dos ministros de Finanças da zona do euro prevista para 20 de junho. As informações são da Dow Jones.