A Comissão Regulatória Bancária da China afirmou nesta quinta-feira que permitirá que os bancos rolem empréstimos garantidos por ações, no mais recente esforço do governo de Pequim para apoiar o mercado acionário do país, que tem sofrido duras quedas nos últimos dias.

O regulador bancário afirmou em comunicado que também encorajará os bancos a fornecer financiamento no mercado interbancário para a China Securities Finance Corp., uma empresa apoiada pelo governo que pode conceder empréstimos para a compra de ações.

O Banco Central da China (PBOC, na sigla em inglês) afirmou nesta quinta-feira que decidiu permitir que companhias estatais emitam bônus no mercado interbancário, em uma tentativa para permitir que elas consigam acesso a mais fundos que podem ser usados para impulsionar o mercado de ações.

O regulador bancário afirmou também que encoraja que instituições financeiras concedam crédito para companhias listadas que planejam recomprar ações.

Nos últimos dias, órgãos do governo chinês, incluindo o PBOC, o regulador do mercado de ações e o Ministério das Finanças, lançaram uma série de medidas para tentar reverter a queda nas ações. As medidas até agora não conseguiram, porém, reverter o movimento de baixa. Fonte: Dow Jones Newswires.