Os novos registros de carros subiram em outubro na União Europeia, na comparação com um ano antes. Isso eleva a esperança de uma recuperação na indústria da região, apesar de projeções cautelosas da maioria das fabricantes de automóveis.

Os novos registros de carros, que é uma proxy para as vendas, subiram 4,7%, para 1 milhão de automóveis, sustentados pelo crescimento em praticamente todos os mercados europeus, com destaque para Alemanha (+2,3%), França (+2,6%), Reino Unido (+4,0%) e Espanha (+34%). A exceção negativa fica para a Itália, onde os registros caíram 5,6% na comparação anual.

Apesar da alta em outubro, em setembro o número havia sido ainda melhor: alta de 5,4% nos registros, para 1,16 milhão de automóveis. Ainda assim, essa foi a primeira vez desde setembro de 2011 que os novos registros de carros sobem por dois meses consecutivos.

Os registros da General Motors subiram 6,2%, os da Renault avançaram 14,0% e os da Toyota Motors subiram 17%, enquanto os da italiana Fiat caíram 7,3% em outubro. Entre as montadoras alemãs, os emplacamentos da Daimler cresceram 7,0%, seguidos pela alta de 5,7% da Volkswagen e de 0,3% da BMW. Fonte: Dow Jones Newswires.