Os salários dos servidores da Prefeitura de Curitiba foram reajustados cinco vezes, desde 2005. O aumento acumulado soma 33,18% e supera em 50% a inflação no período, que foi de 22,08%. Algumas categorias de servidores receberam reajustes salariais superiores à média, como guardas municipais (53,68%), educadores (77,17%) e auxiliares de enfermagem (42,06%), entre outros.

O guarda municipal Marcos Daniel de Camargo, de 41 anos e quase 21 passados na corporação municipal, acompanhou a evolução e afirma que seria muito difícil trocar de emprego atualmente. “Tudo que tenho, inclusive a formação com curso superior, devo ao tempo de trabalho na Guarda, que acompanho desde o início e vejo como as coisas melhoraram”, conta Camargo. Ele trabalha na gerência de instrução, no parque Barigui. “O salário é compatível, temos seguro de vida, gratificações, temos acesso a serviços de saúde e boas condições de trabalho, que muita gente no mercado não tem”, diz.

A auxiliar de enfermagem Rosa Eleni Kosinski, que trabalha na Unidade de Saúde Xapinhal, no Sítio Cercado, há 12 anos, também se sente valorizada. “Temos muito incentivo para melhorar, crescer e ganhar mais. Eu me sinto valorizada”, diz ela. “Antigamente eu precisava ter dois empregos. Hoje não preciso mais. Com os acréscimos e as oportunidades de crescimento horizontal e vertical, comparativamente, estou melhor do que estaria se trabalhasse em um hospital na iniciativa privada.”

Depoimento parecido tem a educadora Silei Maria Lourenço, que desde 1995 é educadora do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Eucaliptos, no Boqueirão. “Dentro das possibilidades do serviço público, tenho visto um grande esforço para a melhoria salarial, com vários aumentos e valorização profissional. Só posso elogiar”, afirma Silei. “Pelo menos no meu caso, todos os cursos que fiz foram reconhecidos e recebi melhorias. Essa foi uma política importante que a Secretaria da Educação adotou”, afirma. Silei tem uma visão prática da situação do emprego. “Basta ver que no mundo todo estão acontecendo demissões e a situação está difícil, enquanto eu tenho estabilidade.”

O reajuste salarial para os servidores municipais em 2009 é de 6,5%, pago a partir de abril, e beneficiará os 35 mil servidores ativos e inativos.

CARGO GANHO ACUMULADO

Auxiliar de enfermagem: 42,06%

Guarda Municipal: 53,68%

Profissional do Magistério: 66,11%

Educador: 77,17%

Engenheiro/arquiteto: 115,15%

Médico: 113,10%

INPC (inflação): 22,08%