O diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, afirmou hoje que a estatal continua conversando com o governo sobre a possibilidade de aumento do preço da gasolina. “Conversas não param nunca, mas não sei se é possível”, disse ao expressar dúvidas sobre a viabilidade de um acerto com o governo que permita à estatal repassar ao mercado interno as elevações nos preços internacionais do petróleo.

Costa também destacou que no primeiro trimestre do ano a área de abastecimento obteve resultados operacionais positivos, apesar do prejuízo de R$ 95 milhões. O executivo, porém, não quis comentar a influência que a política de não repasse da elevação dos preços do petróleo teve nesse resultado.

“O que eu posso fazer é o que está na minha mão, e o que está na minha mão foi o que eu apresentei a vocês”, disse, depois de divulgar dados que mostram aumento da produção de gasolina e diesel no primeiro trimestre na comparação com igual período de 2010.