À espera da decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, na próxima quarta-feira, dia 6, os economistas do mercado financeiro mantiveram suas projeções para a Selic (a taxa básica de juros) para o fim de 2017 e 2018.

O Relatório de Mercado Focus desta segunda-feira, 4, trouxe que a mediana das previsões para a Selic este ano permaneceu em 7,00% ao ano. Há um mês, estava no mesmo patamar. O levantamento indicou ainda que a mediana das projeções dos economistas para a Selic no fim de 2018 seguiu em 7,00% ao ano, igual a um mês atrás.

Em outubro, o Copom havia reduzido a Selic em 0,75 ponto porcentual, de 8,25% para 7,50% ao ano. No comunicado e na ata que acompanharam esta decisão, o colegiado sinalizou a intenção de aplicar um corte ainda menor em dezembro – provavelmente de 0,50 ponto porcentual, na visão de boa parte do mercado.

No Focus agora divulgado, a Selic média de 2017 seguiu em 9,84% ao ano. Há um mês, a mediana da taxa média projetada era a mesma. No caso de 2018, a Selic média foi de 6,81% para 6,78%, ante 6,84% de quatro semanas atrás.

Para o grupo dos analistas consultados que mais acertam as projeções (Top 5) de médio prazo, a taxa básica terminará 2017 em 7,00% ao ano, mesmo patamar projetado há uma semana e há um mês. Para 2018, a expectativa é de 6,50%, o mesmo porcentual projetado uma semana e um mês antes.

Outras expectativas

Os economistas do mercado financeiro projetam que a Selic cairá 0,50 ponto porcentual nesta semana, de 7,50% para 7,00% ao ano, e mais 0,25 ponto porcentual em fevereiro, para 6,75% ao ano. Neste ponto, o Banco Central encerraria o atual ciclo de cortes de juros. Essas projeções fazem parte do Sistema de Expectativas de Mercado do relatório Focus.

Os dados indicam ainda que o mercado espera pela manutenção da Selic em 6,75% ao ano até dezembro de 2017, quando o BC daria início a um novo ciclo, com alta de 0,25 ponto porcentual da taxa básica, para 7,00%. Uma nova elevação é esperada para fevereiro de 2019, para 7,25%. Depois, a projeção é de alta para 7,50% ao ano em março, para 7,75% em abril e para 8,00% em maio.

O encontro do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC ocorrem nestas terça e na quarta-feiras, quando o colegiado anuncia o novo nível da Selic. Mais do que a decisão em si, a expectativa do mercado gira em torno das sinalizações que o Copom dará a respeito da política monetária em 2018.