O crescimento da oferta de petróleo dos EUA e do Canadá vai terminar em 2015, afirmou a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), em seu relatório mensal sobre o mercado da commodity. No entanto, a Opep informou que a produção dos países do grupo aumentou 810 mil barris por dia em março, como resultado do volume maior da Arábia Saudita, do Iraque e da Líbia.

A produção da Arábia Saudita, por exemplo, subiu 346,8 mil barris por dia em março, para 10,01 milhões de barris por dia, de acordo com os dados do relatório.

A Opep prevê que a demanda pelo petróleo do grupo aumentará para cerca de 29,3 milhões de barris por dia, enquanto a demanda pelo produto de países de fora do grupo cairá cerca de 165 mil barris por dia. A projeção da Opep para o crescimento da demanda global por petróleo neste ano foi mantida em 1,17 milhão de barris por dia.

Com a recente queda no número de plataformas em operação nos EUA, diz a Opep no relatório, a produção do país crescerá para cerca de 13,65 milhões de barris por dia no segundo trimestre deste ano e depois se estabilizará, começando a declinar no segundo semestre.

A quantidade de plataformas ativas nos EUA diminuiu 238 nas quatro semanas de março, para 1.110, comentou a Opep citando dados da Baker Hughes.