A segunda prévia do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) – inflação – para o mês de fevereiro, apresentou uma variação de 0,43% em comparação com a segunda quadrissemana do mês de janeiro de 2011. É o que aponta pesquisa realizada pelo Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes) e divulgada nesta segunda-feira (21).

Foi constatada desaceleração em quase todos os grupos. A única exceção ficou com o grupo Habitação, cuja taxa de 0,75% superou em 0,18% a da quadrissemana anterior. Entretanto, os grupos que mais influenciaram o índice foram Transporte e Comunicação e Despesas Pessoais.

Dentre os itens pesquisados, os que mais influenciaram o IPC com alta foram: cartório (28,27%), conserto de veículos (3,68%), automóvel de passeio e utilitário usados (0,99%), curso fundamental (4,87%), aluguel de moradia (0,97%), tratamento dentário (3,46%), automóvel de passeio nacional zero km (0,96%), e curso superior (4,25%).

Já as principais quedas foram em excursão turística (-15,02%), disco laser (-8,45%), alcatra bovina (-8,44%) e batata-inglesa (-8,31).