O índice de preços ao produtor nos Estados Unidos subiu 1,1% em setembro, de acordo com dados divulgados hoje pelo Departamento do Trabalho norte-americano.

Em agosto, o aumento havia sido de 1,7% -maior ganho mensal em três anos

Em ambos os meses, as altas foram pressionadas pelo aumento da gasolina, que subiu 9,8% em setembro e 13,6% em agosto.

Excluindo as variações em alimentos e energia, os preços ficaram estáveis em setembro e acumulam 2,3% de alta nos últimos 12 meses.

A baixa inflação significa aumento do poder de consumo, o que pode ajudar a economia americana. A estabilidade dos preços também pode dar mais espaço para que o Banco Central norte-americano (Federal Reserve) mantenha as taxas de juros baixas e estimule o crescimento econômico.

O nível de preço de alimentos tem aumentado desde junho em consequência da seca no Meio-Oeste dos Estados Unidos.

O governo americano deve divulgar a variação do índice de preços do consumidor na terça-feira.