O preço do automóvel novo recuou 0,31% em junho, reflexo da queda da demanda, afirmou nesta quarta-feira, 8, Eulina Nunes dos Santos, coordenadora de Índices de Preços do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). “Os pátios estão cheios, as montadoras estão demitindo muita gente, e isso já está sendo verificado no preço”, afirmou.

Segundo Eulina, a restrição no orçamento das famílias não tem comportado compra de automóveis novos, itens caros, muito menos elevações de preços. Por outro lado, os preços de automóveis usados avançaram 0,78% em junho.