A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) anunciou que o complexo portuário paranaense receberá investimentos de R$ 117 milhões da iniciativa privada em 2004. Os recursos virão de projetos traçados pelas empresas Coamo, Coinbra, Cotriguaçu, União Volpak Rocha Top, CBL, Céu Azul e Cattalini, todas já instaladas no porto. Os aportes estão previstos para os próximos oito meses.

No total, os recursos investidos em melhorias serão direcionados, na sua maioria, à ampliação da capacidade de recebimento e armazenagem de produtos, até a instalação de terminais especializados na movimentação de cargas. As obras terão início em 60 dias.

O Porto de Paranaguá se prepara para receber recursos também do governo federal, por meio do repasse de R$ 160 milhões (com contrapartida de 20% do Estado), que serão direcionados ao chamado Projeto Cais Oeste, criando outros três berços de atracação (que se somam aos 16 existentes). O objetivo é fechar o ano de 2003 com movimento de 30 milhões de toneladas.